Explore your Results

ThumbnailTitle
As lettras do Barracam ou o desafôgo d'um academico sobre as injustiças do senhor Candido José XavierAs lettras do Barracam ou o desafôgo d'um academico sobre as injustiças do senhor Candido José Xavier
TEXT
Noticias extrahidas de diferentes jornaes extrangeiros relativamente aos sucessos de Portugal, e comunicadas aos redactores, pelos seus correspondentes em LisboaNoticias extrahidas de diferentes jornaes extrangeiros relativamente aos sucessos de Portugal, e comunicadas aos redactores, pelos seus correspondentes em Lisboa
TEXT
Golpe de vista, em que em compendio, mas em luz clara, e brilhante se propoem as razões, e fundamentos, que demonstrão, a ponto de evidencia, a legitimidade dos direitos d'Elrei o Senhor D. Miguel I ao throno de Portugal, de que se acha de posse para felicidade deste reino...Golpe de vista, em que em compendio, mas em luz clara, e brilhante se propoem as razões, e fundamentos, que demonstrão, a ponto de evidencia, a legitimidade dos direitos d'Elrei o Senhor D. Miguel I ao throno de Portugal, de que se acha de posse para felicidade deste reino...
TEXT
Carta Constitucional da Monarchia Portugueza decretada e dada pelo Rei de Portugal e Algarves D. Pedro V Imperador do Brazil aos 29 de Abril de 1826Carta Constitucional da Monarchia Portugueza decretada e dada pelo Rei de Portugal e Algarves D. Pedro V Imperador do Brazil aos 29 de Abril de 1826
TEXT
Refutação dos sofismas empregados por alguns jornalistas inglezes sobre Dom Miguel em Portugal e os portuguezes em PlymouthRefutação dos sofismas empregados por alguns jornalistas inglezes sobre Dom Miguel em Portugal e os portuguezes em Plymouth
TEXT
Carta dirigida ao Padre Amaro pelo author do primeiro dezafogo sobre as injustiças de C. J. X. D.Carta dirigida ao Padre Amaro pelo author do primeiro dezafogo sobre as injustiças de C. J. X. D.
TEXT
Carta a Rodrigo Pinto PizarroCarta a Rodrigo Pinto Pizarro
TEXT
Reflexoes a exposição apologetica dos portuguezes emigrados na Belgica, que recusarao prestar o juramento delles exigido no dia 26 de Agosto de 1830Reflexoes a exposição apologetica dos portuguezes emigrados na Belgica, que recusarao prestar o juramento delles exigido no dia 26 de Agosto de 1830
TEXT
A religião em triunfo, defendida, e sustentada pela mesma, a regeneração da patria, e a causa da patria libertada da superstição da inveterada seita maçonicaA religião em triunfo, defendida, e sustentada pela mesma, a regeneração da patria, e a causa da patria libertada da superstição da inveterada seita maçonica
TEXT
Declaração, e protesto que á face da Europa e de todo o mundo, em nome da nação portugueza, fazem os deputados de cortes emigrados em França, em Inglaterra, e nos Paizes BaixosDeclaração, e protesto que á face da Europa e de todo o mundo, em nome da nação portugueza, fazem os deputados de cortes emigrados em França, em Inglaterra, e nos Paizes Baixos
TEXT
Resposta de hum amigo a outro, que lhe tinha mandado num folheto, que ha pouco se imprimio em Lisboa, com o titulo Legitimidade da feliz regeneração política de Portugal na sucessão do Grande, e Immortal Rei, O Senhor D. Pedro IV...Resposta de hum amigo a outro, que lhe tinha mandado num folheto, que ha pouco se imprimio em Lisboa, com o titulo Legitimidade da feliz regeneração política de Portugal na sucessão do Grande, e Immortal Rei, O Senhor D. Pedro IV...
TEXT
Obras de Antonio Feliciano de CastilhoObras de Antonio Feliciano de Castilho
TEXT
A facção e a contemplaçãoA facção e a contemplação
TEXT
Extracto do Bell's life em Londres, Domingo 14 de Dezembro, de 1828Extracto do Bell's life em Londres, Domingo 14 de Dezembro, de 1828
TEXT
A legitimidade da exaltação do muito alto, e muito poderoso rei, o senhor D. Miguel Primeiro, ao throno de Portugal, demonstrada por principios de direito natural, e das gentesA legitimidade da exaltação do muito alto, e muito poderoso rei, o senhor D. Miguel Primeiro, ao throno de Portugal, demonstrada por principios de direito natural, e das gentes
TEXT
Carta ao redactor da Trombeta sobre o artigo communicado da gazeta nº 103 em que se mostra que a acclamação do Senhor D. Miguel I pode preceder á reunião dos tres Estados que he nullo o juramento da Carta Constitucional, e que não são perigosas as consequencias da acclamação do mesmo augusto senhorCarta ao redactor da Trombeta sobre o artigo communicado da gazeta nº 103 em que se mostra que a acclamação do Senhor D. Miguel I pode preceder á reunião dos tres Estados que he nullo o juramento da Carta Constitucional, e que não são perigosas as consequencias da acclamação do mesmo augusto senhor
TEXT
Carta XXXVIII: Sereníssimo Senhor, em quanto as ordens, que os seus ministros expediam aos magistrados territoriáes, significavam o imperioso mandato de reduzir Portugal a cinzas...Carta XXXVIII: Sereníssimo Senhor, em quanto as ordens, que os seus ministros expediam aos magistrados territoriáes, significavam o imperioso mandato de reduzir Portugal a cinzas...
TEXT
Proclamação: Madeirenses, tendes observado, que os primeiros cuidados do vosso Governador e Capitam General...Proclamação: Madeirenses, tendes observado, que os primeiros cuidados do vosso Governador e Capitam General...
TEXT
Memoria historica da enfermidade, procissões de preces com devotissimas imagens, morte, e funeral do muito alto muito poderoso imperador e rei o senhor D. João VIMemoria historica da enfermidade, procissões de preces com devotissimas imagens, morte, e funeral do muito alto muito poderoso imperador e rei o senhor D. João VI
TEXT
A ilha Terceira e a expedição do usurpador enviada contra ellaA ilha Terceira e a expedição do usurpador enviada contra ella
TEXT
The portuguese question: to the editor of the StarThe portuguese question: to the editor of the Star
TEXT
Portugal: as providencias dadas para obstar á revoluçãoPortugal: as providencias dadas para obstar á revolução
TEXT
Bulla do santissimo Padre Leão XII contra os pedreiros livres...Bulla do santissimo Padre Leão XII contra os pedreiros livres...
TEXT
D. Miguel I: obra, a mais completa e concludente que tem apparecido na Europa sobre a legitimidade e inauferiveis direitos do senhor D. Miguel I. ao throno de PortugalD. Miguel I: obra, a mais completa e concludente que tem apparecido na Europa sobre a legitimidade e inauferiveis direitos do senhor D. Miguel I. ao throno de Portugal
TEXT
Deducção ou manifesto dos factos que na crise actual suscitão a plena observancia dos direitos publicos da Nação Portugueza em que particularmente se incluem os do Serinissimo Senhor Infante Dom MiguelDeducção ou manifesto dos factos que na crise actual suscitão a plena observancia dos direitos publicos da Nação Portugueza em que particularmente se incluem os do Serinissimo Senhor Infante Dom Miguel
TEXT
Carta constitucional da monarchia portugueza decretada, e dada pelo Rei de Portugal e Algarves D. Pedro, Imperador do Brasil aos 29 de Abril de 1826Carta constitucional da monarchia portugueza decretada, e dada pelo Rei de Portugal e Algarves D. Pedro, Imperador do Brasil aos 29 de Abril de 1826
TEXT
Falla do Visconde Palmerston sôbre as relações de Inglaterra com PortugalFalla do Visconde Palmerston sôbre as relações de Inglaterra com Portugal
TEXT
Quem he o legitimo rey de Portugal?: questão portugueza submettida ao Juizo dos homens imparciaesQuem he o legitimo rey de Portugal?: questão portugueza submettida ao Juizo dos homens imparciaes
TEXT
Duas palavras sobre o chamado Assento dos três estados do reino juntos em cortes na cidade de Lisboa feito a 11 de Julho de 1828Duas palavras sobre o chamado "Assento dos três estados do reino juntos em cortes na cidade de Lisboa" feito a 11 de Julho de 1828
TEXT
Bulla do Santíssimo Padre Gregorio XVIBulla do Santíssimo Padre Gregorio XVI
TEXT
Addição á apologia dos voluntarios academicos, ou pensamentos sobre a campanha do batalhão dos voluntarios academicos nos mezes de Dezembro de 1826, e Janeiro de 1827Addição á apologia dos voluntarios academicos, ou pensamentos sobre a campanha do batalhão dos voluntarios academicos nos mezes de Dezembro de 1826, e Janeiro de 1827
TEXT
Cartas e mais peças officiaes dirigidas a Sua Magestade o Senhor D. João VI e junctamente os officios e documentos, que o General Commandante da tropa expedicionaria...Cartas e mais peças officiaes dirigidas a Sua Magestade o Senhor D. João VI e junctamente os officios e documentos, que o General Commandante da tropa expedicionaria...
TEXT
Lettre adressee au feu Roi d'Angleterre par le Conte de FunchalLettre adressee au feu Roi d'Angleterre par le Conte de Funchal
TEXT
Carta XXVII: Serenissimo Senhor, eis-nos chegados á famosa assemblea dos trez estados, que se abriu em 23 de junho de 1828...Carta XXVII: Serenissimo Senhor, eis-nos chegados á famosa assemblea dos trez estados, que se abriu em 23 de junho de 1828...
TEXT
O attaque da villa da Praia na ilha Terceira em 11 de Agosto de 1829 no primeiro dos quadros históricos da liberdade portugueza e a memoria historica...O attaque da villa da Praia na ilha Terceira em 11 de Agosto de 1829 no primeiro dos quadros históricos da liberdade portugueza e a memoria historica...
TEXT
Portugal regenerado em 1820Portugal regenerado em 1820
TEXT
O mestre barbeiro da aldea: carta gratulatoria, correccional, addicionatoria, e apologetica, dirigida ao author das memorias para as Cortes LusitanasO mestre barbeiro da aldea: carta gratulatoria, correccional, addicionatoria, e apologetica, dirigida ao author das memorias para as Cortes Lusitanas
TEXT
Exposição apologetica dos portuguezes emigrados na Belgica, que recuzarao prestar o juramento delles exigido no dia 26 de Agosto de 1830Exposição apologetica dos portuguezes emigrados na Belgica, que recuzarao prestar o juramento delles exigido no dia 26 de Agosto de 1830
TEXT
La légitimité et le Portugal, rêveries d'un portugaisLa légitimité et le Portugal, rêveries d'un portugais
TEXT
Prova 55ª: <Carta Regia de 14 de Julho de 1828, pela qual o Senhor Infante D. Miguel creou uma Alçada para processar, e julgar todas as pessoas implicadas na insurreição do Porto, dispensando para esse fim até no Corpo de delicto]Prova 55ª:
TEXT
Carta L: Sereníssimo Senhor, ? Ah loucos, loucos! disse o conde de Rio Pardo ao famoso assassino do Porto, Raimundo José Pinheiro, e ao quasi tão famoso como elle, coronel Pontes...Carta L: Sereníssimo Senhor, ? Ah loucos, loucos! disse o conde de Rio Pardo ao famoso assassino do Porto, Raimundo José Pinheiro, e ao quasi tão famoso como elle, coronel Pontes..."
TEXT
Dom Francisco Jose Rodrigues de Andrade...Dom Francisco Jose Rodrigues de Andrade...
TEXT
Constando-me que um grande numero de milicianos do Regimento do Funchal...Constando-me que um grande numero de milicianos do Regimento do Funchal...
TEXT
Analyse ás observaçoens do General Saldanha, publicadas em Paris com a data de 13 de Novembro de 1829Analyse ás observaçoens do General Saldanha, publicadas em Paris com a data de 13 de Novembro de 1829
TEXT
Ainda está bem presente a ridícula lembrança das acclamaçôes por essas Ruas no dia 29 de Abril passado!Ainda está bem presente a ridícula lembrança das acclamaçôes por essas Ruas no dia 29 de Abril passado!
TEXT
Nota diplomatica do Marquez de Palmella, indicando as intenções politicas do Duque de Bragança, plenos poderes que este lhe confereNota diplomatica do Marquez de Palmella, indicando as intenções politicas do Duque de Bragança, plenos poderes que este lhe confere
TEXT
Carta XXXVII: Sereníssimo Senhor, a maxima política do conde de Basto era - A gente ociosa e rica é a gente revolucionaria : o homem, que precisa trabalhar para subsistir, não tem tempo de tratar de revoluçõesCarta XXXVII: Sereníssimo Senhor, a maxima política do conde de Basto era - A gente ociosa e rica é a gente revolucionaria : o homem, que precisa trabalhar para subsistir, não tem tempo de tratar de revoluções
TEXT
Breves reflexões sobre o assento chamado nas côrtes dos tres Estados de 1828Breves reflexões sobre o assento chamado nas côrtes dos tres Estados de 1828
TEXT
Cópia de uma Carta do meretmo Bispo ao seu CabidoCópia de uma Carta do meretmo Bispo ao seu Cabido
TEXT
A questão de Portugal no Parlamento de InglaterraA questão de Portugal no Parlamento de Inglaterra
TEXT
Juizo critico sobre a legislação de Portugal ou parabola VII accrescentada ao Portugal regeneradoJuizo critico sobre a legislação de Portugal ou parabola VII accrescentada ao Portugal regenerado
TEXT
Ao Exmo. Bispo do Funchal, Madeira, Porto SantoAo Exmo. Bispo do Funchal, Madeira, Porto Santo
TEXT
Protesto d'alguns emigrados portuguezes rezidentes em Plymouth contra a indecorosa repetição do juramento...Protesto d'alguns emigrados portuguezes rezidentes em Plymouth contra a indecorosa repetição do juramento...
TEXT
Exposição apologetica dos portuguezes emigrados na Belgica, que recuzarao prestar o juramento delles exigido no dia 26 de Agosto de 1830Exposição apologetica dos portuguezes emigrados na Belgica, que recuzarao prestar o juramento delles exigido no dia 26 de Agosto de 1830
TEXT
Injusta acclamação do Serenissimo Infante D. Miguel ou analyse e refutação juridica do assento dos chamados tres estados do Reino de Portugal de 11 de Julho de 1828Injusta acclamação do Serenissimo Infante D. Miguel ou analyse e refutação juridica do assento dos chamados tres estados do Reino de Portugal de 11 de Julho de 1828
TEXT
Negocios de Portugal naquelle Reino, na ilha Terceira, e no Imperio do BrazilNegocios de Portugal naquelle Reino, na ilha Terceira, e no Imperio do Brazil
TEXT
O discurso, que a infanta D. Izabel Maria devia pronunciar por occasião da entrega da regencia foi profundamenle alterado pelo conde de Villa Real, conforme as ordens de D. MiguelO discurso, que a infanta D. Izabel Maria devia pronunciar por occasião da entrega da regencia foi profundamenle alterado pelo conde de Villa Real, conforme as ordens de D. Miguel
TEXT
Breves reflexões sobre a installação da chamada regencia da ilha TerceiraBreves reflexões sobre a installação da chamada regencia da ilha Terceira
TEXT
Prova 36ª: <Representação, assignada depois do dia 25 de Abril [de 1828] em Casa do Duque de Lafoens, em nome da Nobreza do Reino, pedindo ao Senhor Infante D. Miguel, que convocasse a Cortes os Tres Estados do Reino, para assumir a Coroa, e abolisse a Carta Constitucional]Prova 36ª:
TEXT
A todo o nosso amado clero...A todo o nosso amado clero...
TEXT
Carta XXXI: Sereníssimo Senhor, Ainda hoje fallarei do seu infame amigo Accurcio...Carta XXXI: Sereníssimo Senhor, Ainda hoje fallarei do seu infame amigo Accurcio...
TEXT
Relação de todos os individuos que composerão o batalhão dos voluntarios academicosRelação de todos os individuos que composerão o batalhão dos voluntarios academicos
TEXT
Memoria do que aconteceo na Cadeia do Limoeiro de Lisboa com os nove reos estudantes de Coimbra...Memoria do que aconteceo na Cadeia do Limoeiro de Lisboa com os nove reos estudantes de Coimbra...
TEXT
Reply to two pamphlets entitled Illustrations of the portuguese question, by a portuguese lawyer and The last days of the portugueses constitution by Lord PorchesterReply to two pamphlets entitled "Illustrations of the portuguese question, by a portuguese lawyer" and "The last days of the portugueses constitution by Lord Porchester"
TEXT
Resposta do Abbade de Medrões á segunda carta de Ambrosio ás Direitas sobre alguns artigos do Cidadão LusitanoResposta do Abbade de Medrões á segunda carta de Ambrosio ás Direitas sobre alguns artigos do Cidadão Lusitano
TEXT
Dialogo sobre o estado actual de PortugalDialogo sobre o estado actual de Portugal
TEXT
A few words on the subject of the denominated act of the three estates of the kingdom of Portugal, assembled in Cortes in Lisbon, on the 11th of July, 1828A few words on the subject of the denominated act of the three estates of the kingdom of Portugal, assembled in Cortes in Lisbon, on the 11th of July, 1828
TEXT
Carta ao author do opusculo breves reflexões sobre a installação da chamada regencia da ilha TerceiraCarta ao author do opusculo "breves reflexões sobre a installação da chamada regencia da ilha Terceira"
TEXT
Manifesto do Supremo Governo Provisorio: erecto em Bragança, capital da Provincia de Traz os Montes, no dia 28 de Novembro de 1827...Manifesto do Supremo Governo Provisorio: erecto em Bragança, capital da Provincia de Traz os Montes, no dia 28 de Novembro de 1827...
TEXT
Exercitação na qual plenamente se prova que D. Pedro I, Imperador do Brasil, é estrangeiro para Portugal, que nenhum direito tem a coroa portugueza e que esta pertence ao Senhor Rei D. Miguel I pelas leis fundamentais do EstadoExercitação na qual plenamente se prova que D. Pedro I, Imperador do Brasil, é estrangeiro para Portugal, que nenhum direito tem a coroa portugueza e que esta pertence ao Senhor Rei D. Miguel I pelas leis fundamentais do Estado
TEXT
Seconde partie du complot contre le prince D. Miguel, suivie de l'analyse du discours prononcé par M. Canning dans la Chambre des Communes, le 12 Décembre 1826, a l'effect d'envoyer des troupes en Portugal avec quelques observations sur la politique anomale qui le caractériseSeconde partie du complot contre le prince D. Miguel, suivie de l'analyse du discours prononcé par M. Canning dans la Chambre des Communes, le 12 Décembre 1826, a l'effect d'envoyer des troupes en Portugal avec quelques observations sur la politique anomale qui le caractérise
TEXT
Nós, Deão, Dignidades e demais Cabido da Sé do Funchal...Nós, Deão, Dignidades e demais Cabido da Sé do Funchal...
TEXT
Falsidades do manifesto dos revolucionarios do Porto ou refutação analytica de todas as falsidades, erros e embustes, que se conte'm no mesmo manifestoFalsidades do manifesto dos revolucionarios do Porto ou refutação analytica de todas as falsidades, erros e embustes, que se conte'm no mesmo manifesto
TEXT
Relação das operações militares da expedição que debaixo do commando do chefe de esquadra da armada real José Joaquim da Roza Coelho foi mandada aos Açores para bater os rebeldes acoutados na Ilha TerceiraRelação das operações militares da expedição que debaixo do commando do chefe de esquadra da armada real José Joaquim da Roza Coelho foi mandada aos Açores para bater os rebeldes acoutados na Ilha Terceira
TEXT
Quartel General do Funchal, 29 de Agosto de 1828: Soldados, nada mais natural...Quartel General do Funchal, 29 de Agosto de 1828: Soldados, nada mais natural...
TEXT
Oração gratulatoria que na solenne acção de graças, que a melhoria dos habitantes da cidade de Coimbra endereçárão ao Todo Poderoso, por verem restituido a Portugal o Senhor D. Miguel...Oração gratulatoria que na solenne acção de graças, que a melhoria dos habitantes da cidade de Coimbra endereçárão ao Todo Poderoso, por verem restituido a Portugal o Senhor D. Miguel...
TEXT
As minhas observações a carta do Doutor AbrantesAs minhas observações a carta do Doutor Abrantes
TEXT
Eu não sou hum rebelde ou a questão de Portugal em toda a sua simplicidade offerecida aos politicos imparciaes e aos homens de boa féEu não sou hum rebelde ou a questão de Portugal em toda a sua simplicidade offerecida aos politicos imparciaes e aos homens de boa fé
TEXT
Requerimento feito pelos voluntarios academicos de Coimbra existentes em PlymouthRequerimento feito pelos voluntarios academicos de Coimbra existentes em Plymouth
TEXT
Sermão que no dia natalicio de Sua Magestade o Senhor Dom Miguel I em mil oitocentos e vinte e oito por motivo da solemnissima benção da bandeira do Corpo Militar de MaltaSermão que no dia natalicio de Sua Magestade o Senhor Dom Miguel I em mil oitocentos e vinte e oito por motivo da solemnissima benção da bandeira do Corpo Militar de Malta
TEXT
Os ultimos recursos dos antagonistas do dogma da legitimidade reduzidos á ultima confutação: conclusão politicaOs ultimos recursos dos antagonistas do dogma da legitimidade reduzidos á ultima confutação: conclusão politica
TEXT
Resoluções do Governo na Sessão de...Resoluções do Governo na Sessão de...
TEXT
De la question portugaiseDe la question portugaise
TEXT
Annotações á enormissima sentença que sobre o supposto crime de lesa Magestade de primeira cabeça foi proferida na cidade do Porto no dia 21 d'Agosto de 1829 pelo autor da injusta acclamaçam do Infante D. MiguelAnnotações á enormissima sentença que sobre o supposto crime de lesa Magestade de primeira cabeça foi proferida na cidade do Porto no dia 21 d'Agosto de 1829 pelo autor da injusta acclamaçam do Infante D. Miguel
TEXT
Carta avulsa de José Agostinho de Macedo ao seu amigo, que por nome, e sobre-nome não perca, sobre o diluvio das respostas, e respondões ao artigo communicado na gazeta nº 103Carta avulsa de José Agostinho de Macedo ao seu amigo, que por nome, e sobre-nome não perca, sobre o diluvio das respostas, e respondões ao artigo communicado na gazeta nº 103
TEXT
The true interests of the european powers and the Emperor of Brazil, in the reference to the existing affairs of PortugalThe true interests of the european powers and the Emperor of Brazil, in the reference to the existing affairs of Portugal
TEXT
Assento dos tres Estados do Reino juntos em Cortes na cidade de Lisboa feito a onze de Julho de mil oitocentos e vinte e oitoAssento dos tres Estados do Reino juntos em Cortes na cidade de Lisboa feito a onze de Julho de mil oitocentos e vinte e oito
TEXT
O Cidadão Lusitano: breve compendio, em que se demostrão os fructos da Constituição e os deveres do cidadão constitucional...O Cidadão Lusitano: breve compendio, em que se demostrão os fructos da Constituição e os deveres do cidadão constitucional...
TEXT
Carta XLI: Sereníssimo Senhor, a nação portugueza, que fôra calumniosamente havida como perjura e traidora por V. A. e pelos seus vilissimos sequazes (quando ousaram publicar com a mais escandalosa impudencia que toda ella o acclamára, rei)...Carta XLI: Sereníssimo Senhor, a nação portugueza, que fôra calumniosamente havida como perjura e traidora por V. A. e pelos seus vilissimos sequazes (quando ousaram publicar com a mais escandalosa impudencia que toda ella o acclamára, rei)...
TEXT
Vozes dos emigrados portuguezesVozes dos emigrados portuguezes
TEXT
Proclamação: Soldados, Se acaso a seducçaõ de um Chefe corrompido...Proclamação: Soldados, Se acaso a seducçaõ de um Chefe corrompido...
TEXT
Exame da constituição de D. Pedro e dos direitos de D. Miguel dedicado aos fieis portuguezesExame da constituição de D. Pedro e dos direitos de D. Miguel dedicado aos fieis portuguezes
TEXT
Refutação do monstruoso, e revolucionario escripto impresso em Londres intitulado Quem he o legitimo rei de Portugal: questão portugueza submetida ao juizo dos homens imparciaesRefutação do monstruoso, e revolucionario escripto impresso em Londres intitulado Quem he o legitimo rei de Portugal: questão portugueza submetida ao juizo dos homens imparciaes
TEXT
Letters addressed to the editor of the TimesLetters addressed to the editor of the Times
TEXT
Copia d'uma carta dirigida por Noutel Correa de Mesquita ao Conde de Saldanha...Copia d'uma carta dirigida por Noutel Correa de Mesquita ao Conde de Saldanha...
TEXT
Sentença proferida em Relação contra os estudantes de Coimbra que commetteraõ o horroroso attentado, de assassinarem os lentes da mesma universidade, proximo de CondeixaSentença proferida em Relação contra os estudantes de Coimbra que commetteraõ o horroroso attentado, de assassinarem os lentes da mesma universidade, proximo de Condeixa
TEXT
Observações do Conde de Saldanha sobre a carta, que os membros da Junta do Porto dirigiraô a S.M. o Imperador do Brazil, em 5 d'Agosto de 1828, e mandaraô publicar no Paquête de Portugal em Outubro de 1829Observações do Conde de Saldanha sobre a carta, que os membros da Junta do Porto dirigiraô a S.M. o Imperador do Brazil, em 5 d'Agosto de 1828, e mandaraô publicar no Paquête de Portugal em Outubro de 1829
TEXT
A Inglaterra e Dom MiguelA Inglaterra e Dom Miguel
TEXT
Antonio Germano da Veiga, desembargador... use do rigor das leis, que mando se cumprão literalmente com os réos de taes delictos...Antonio Germano da Veiga, desembargador... use do rigor das leis, que mando se cumprão literalmente com os réos de taes delictos...
TEXT
Leaes e honrados portuguezesLeaes e honrados portuguezes
TEXT
1 - 100 (Total Results 119)>>